21 agosto 2006

Discriminação e desempenho acadêmico






Será que as pessoas que são discriminadas têm pior desempenho nos estudos que as que não o são? Os dados do questionário socio-econômico dos participantes do ENEM sugerem que não. Uma percentagem significativa dos participantes que se consideram negros - 52.4% - dizem que já sofreram discriminação racial, assim como 15.2% dos pardos e 16.7% dos amarelos, ou orientais. No entanto, o desempenho no ENEM, tanto de pardos quanto de pretos, não está relacionado à discriminação, mas ao nível sócio-economico das familias.

É claro que ser e dizer que é discriminado são coisas diferentes: algumas pessoas podem ser discriminadas sem se dar conta, e outras podem ser especialmente sensíveis a qualquer forma de preconceito. Mas a reação a isto tanto poderia ser de se prejudicar pela discriminação recebida como de reagir contra ela, e não se deixar abater. Os dados do ENEM sugerem que as pessoas que se sentem discriminadas não se deixam abater, e se desempenham da mesma forma ou até melhor do que os outros, dentro das limitações de sua condição social e de seu meio.

3 Comentários:

Às 12:38 AM , Anonymous Anônimo disse...

A outra interpretacao e' que as pessoas que se dizem discriminadas e' porque elas ja' sao mais conscientes, mais informadas, e por isso elas se dao melhor. As pessoas com menos recursos ou menos politizadas entendem discriminacao como "brincadeira", falta de educacao etc, mas nao chamam de discriminacao

 
Às 6:02 PM , Blogger Marcelo disse...

Fiquei curioso em saber qual a definicao de "discriminacao" usada na pesquisa. Em qual contexto a pesquisa focou a experiencia desta discriminacao (discriminacao escolar, discriminacao no trabalho, ou discriminacao em geral).

Os fatores socio-economicos nao se opoem necessariamente `a discriminacao. Na verdade, estes servem como demonstrativos da estrutura de desigualdades sociais e de desigualdades de oportunidades, o que por final, tambem pode ser considerado como racismo, ou um 'racismo estrutural' que ainda opera negativamente no desempenho academico.

e' possivel ter acesso aos dados da pesquisa atraves de algum site?

Marcelo

 
Às 11:57 AM , Blogger Simon Schwartzman disse...

Marcelo, o questionario simplesmente pergunta se a pessoa foi discriminada por genero, cor, orientação sexual, etc, em questões separadas. Não há nenhuma definição mais específica. Os microdados do ENEM, que utilizei para as tabulações, devem ser solicitados ao INEP. Em relação ao "racismo estrutural" o que os dados mostram, me parece, é que as diferenças sociais afetam todo mundo, independentemente da "cor", embora as diferenças atribuidas à "cor" ou raça se mantenham nos diversos estratos sociais.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial