21 junho 2007

Avaliação das escolas, aqui e lá.

Antônio Goes chama atenção para o artigo de capa da revista Time, de 4 de junho, sobre o programa americano No Child Left Behind (Nenhuma Criança Deixada para Trás), disponível na íntegra aqui.

Observa Antônio que "o programa tem algumas semelhanças com nosso IDEB (Índice de Desevolvimento da Educação Básica). Das várias conclusões da reportagem, duas me chamaram bastante atenção: algumas escolas melhoraram muito, mas não atingiram as metas. Nos EUA, o critério é mais rigoroso e elas correm o risco de serem fechadas. O mesmo acontece com alguns alunos que melhoraram muito, mas não atingem as metas. A outra conclusão foi que várias escolas estavam diminuindo a carga de estudos em história, ciências e outras disciplinas para reforçar inglês e matemática, que são (como cá), as únicas duas avaliadas no NCLB."

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial